Logo Encontro Humanista

PALESTRANTES CONFIRMADOS


Alexandre Trzan Ávila

Doutorando e Mestre pelo Programa de Pós-Graduação em Psicologia Social (PPGPS) da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ). Psicólogo pela Universidade Veiga de Almeida (UVA). Psicoterapeuta com formação na Abordagem Centrada na Pessoa (ACP) pelo Centro de Psicologia da Pessoa (CPP) e em formação na Especialização em Psicoterapia Fenomenológico-Existencial pelo Instituto Fenomenológico Existencial do Rio de Janeiro (IFEN). Professor da graduação em Psicologia da Universidade Estácio de Sá (UNESA) e da Universidade Santa Úrsula (USU), nesta atuou como supervisor no Serviço de Psicologia Aplicada (SPA) no referencial teórico da ACP. Professor da Especialização em Saúde Mental da UNESA. Conselheiro Efetivo da XII e XIII Plenária do Conselho Regional de Psicologia do Rio de Janeiro (CRP-RJ), gestões 2010-2013 e 2013-2016. Conselheiro da Comissão Estadual de Defesa dos Direitos Humanos do Estado do Rio de Janeiro (CEDDH/RJ), gestão 2014-2015. Ex-Conselheiro da Regional Rio de Janeiro da Associação Brasileira de Psicologia Social (Abrapso), gestão 2012-2013. Atuou como pesquisador no Programa de Estudos e Pesquisas em História da Psicologia da UERJ (CLIO-PSYCHÉ), de 2011-2013. Participou do programa de iniciação científica da UVA (PIC-UVA) em parceria com Claves/Fiocruz, Instituto Fernandes Figueira (IFF) e Funlar de 2006-2007. Palestrante em temas referentes a história da formação profissional em psicologia, ACP e temas políticos referentes a profissão de psicólogo.

http://lattes.cnpq.br/3817254480566461


Anna Karynne da Silva Melo

Doutora em Saúde Coletiva (Universidade Federal do Ceará). Professora titular do Curso de Graduação de Psicologia da Universidade de Fortaleza – UNIFOR, Brazil (http://www.unifor.br). Coordena o Laboratório de Psicopatologia e Psicoterapia Humanista-Fenomenológica Crítica – APHETO com os Profs. Dr. Georges Boris e Dra. Virginia Moreira (http:// www.apheto.com.br). Pesquisadora convidada do Laboratório de Avaliação e Pesquisa Qualitativa em Saúde do Departamento de Saúde Comunitária da Universidade Federal do Ceará – LAPQS (http://www.lapqs.com.br). Mestre em Psicologia pela Universidade de Fortaleza. Especialista em Filosofia e Epistemologia da Psicologia pela Universidade de Fortaleza. Graduada em Psicologia pela Universidade Federal do Ceará. Foi supervisora técnica do Serviço de Psicologia Aplicada (SPA/Unifor) (2002-2004) e coordenadora do serviço de Plantão e Triagem do SPA (2009). Supervisora de Estágio em Clínica (UNIFOR) há 22 anos. É psicoterapeuta com formação em Gestalt-Terapia, tendo experiência na área de clínica com adolescentes e adultos. Suas pesquisas problematizam temas como Fenomenologia, Adolescência, Psicopatologia Fenomenológica, Gestalt-Terapia, Psicologia Humanista-Fenomenológica, Psicoterapia Humanista-Fenomenológica, Saúde Coletiva, Saúde Mental e Pesquisa Qualitativa.

(http://lattes.cnpq.br/131438422444)


Andréa Batista de Andrade Castelo Branco

Professora da Universidade Federal da Bahia (UFBA), Campus Anísio Teixeira – Vitória da Conquista. Doutoranda em Psicologia pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC-Minas), com o apoio financeiro da CAPES. Mestre em Saúde Pública pela Universidade Federal do Ceará (UFC). Possui graduação em Psicologia pela Universidade de Fortaleza (UNIFOR). Psicoterapeuta com formação em Abordagem Centrada na Pessoa (ACP). Coordenadora do projeto de pesquisa: Práticas que (SUS)tentam a integralidade na Rede de Atenção Psicossocial de Vitória da Conquista. Professora da Residência Multiprofissional em Saúde da UFBA.

(http://lattes.cnpq.br/7015374772608025)


Andréia Elisa Garcia de Oliveira

Doutoranda em Psicologia como Profissão e Ciência pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas (PUC-Campinas) sob a orientação da Profa. Dra. Vera Engler Cury. Mestre pela mesma Universidade (2013). Membro do Grupo de Pesquisa: Atenção psicológica clínica em instituições: prevenção e intervenção. Especialista em Psicologia da Saúde pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas (PUC-Campinas) / Hospital e Maternidade Celso Pierro na modalidade Programa de Residência em Área Profissional da Saúde – 2012. Especialista em Docência para o Ensino Superior (UNIP – 2013). Graduada em Psicologia pela Universidade Paulista (UNIP-Campinas-2009). Atua como docente e supervisora de estágios na área de Psicologia da Saúde na PUC-Campinas e na Anhanguera Educacional (Campinas-SP). Áreas de interesse: Psicologia da Saúde, Psico-Oncologia, Psicologia Humanista, enquadres clínicos diferenciados, pesquisa fenomenológica, formação em Psicologia.

(http://lattes.cnpq.br/7490490032459866)


Gabriela Melo Paiva e Sousa Ferreira

Psicóloga formada pela Universidade de Fortaleza-UNIFOR, com formação em Psicodrama pela Matriz Criativa e Orientação Profissional e de Carreira pelo Instituto Ser-SP. Mestre em Psicologia, pelo Programa de Pós Graduação em Psicologia da UNIFOR, no Laboratório de Estudos sobre o Trabalho (LET). Consultora educacional (Editora Moderna) e psicoterapeuta, com experiência profissional em projetos de qualificação profissional, na saúde mental (CAPS) e na clínica. Atua na área clínica, educacional e assessora de empresas no campo social e educacional.

(http://lattes.cnpq.br/9004717369005247)


Georges Daniel Janja Bloc Boris
Psicólogo, mestre em educação e doutor em sociologia pela Universidade Federal do Ceará (UFC). É professor titular da graduação e do Programa de Pós-Graduação (Mestrado e Doutorado) em Psicologia da Universidade de Fortaleza (UNIFOR). É um dos coordenadores do APHETO – Laboratório de Psicopatologia e Clínica Humanista-Fenomenológica. Traduziu para o português o primeiro livro de Fritz Perls, Ego, Fome e Agressão: Uma Revisão da Teoria e do Método de Freud. É psicoterapeuta, supervisor de estágios em psicologia clínica e formador de psicoterapeutas em Gestalt-Terapia. Autor de Falas de Homens: A Construção da Subjetividade Masculina e de Grupos Vivenciais e Cooperação: Uma Perspectiva Gestáltica, desenvolve estudos acerca dos temas existenciais, das práticas psicoterápicas e das relações de gênero, baseado na fenomenologia existencial de Jean-Paul Sartre.

(http://lattes.cnpq.br/0059246441200692)


Gisella Mouta Fadda

Mestranda em Psicologia como Profissão e Ciência pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas (PUC-Campinas) sob a orientação da Profa. Dra. Vera Engler Cury. Membro do Grupo de Pesquisa “Atenção psicológica clínica em instituições: prevenção e intervenção”. Mestre em Engenharia Elétrica pela Universidade Federal do Pará (2005). Especialista em Psicoterapia Humanista/Fenomenológica/Existencial pela Universidade FUMEC (2013). Formada em Ludoterapia Humanista Centrada pelo Instituto de Psicologia Humanista de Brasília (2012). Graduada em Psicologia pela Universidade FUMEC (2013) e em Engenharia Elétrica pela Universidade Federal do Pará (1996). Está em formação em Focusing Trainer na abordagem experiencial pelo The Focusing Institute de New York. Atua como psicóloga clínica. Áreas de interesse: Psicologia Humanista, transtorno do espectro autista (TEA), psicologia clínica infantil, pesquisa fenomenológica, formação em Psicologia, consultoria inclusiva e voluntariado (consultoria pro-bono).

(http://lattes.cnpq.br/2819537487816311)


Guilherme Wykrota Tostes

Psicólogo clínico, coordenador do Departamento Clínico de Psicologia do Hospital Espírita André Luiz-HEAL, em Belo Horizonte-MG. Mestrando em Psicologia como Ciência e Profissão pela PUC de Campinas-SP e bolsista CAPES. Preceptor Clínico da Faculdade Salgado Filho (MG). Especialista em Psicologia Analítica Junguiana (IEC PUC-MG), Pós Granduando em Dependência Química (UNIFESP), Pós Graduação em Experiência Elementar (UFMG), Formação em Abordagem Centrada na Pessoa (IHP e CPH), Focusing Trainer (The Focusing Institute – NY), Formação em bioenergética e Renascimento. Traduziu o livro de Psicopatologia Fenomenológica “O Homem da Morte Impossível” (Maria Teresa Ferla). Fundador e diretor do Instituto Sapientia Cordis e da Rede de Atendimentos Psicológicos Sociais (Belo Horizonte-MG). Reúne experiências como professor e supervisor de estágio em Psicologia pela PUC-MG. Foi responsável pela Unidade de Tratamento de Dependência Química do HEAL por cinco anos. Trabalhou como psicólogo convidado na “Unità di Psichiatria G. Salvini” em Milão/Itália (2011).

(http://lattes.cnpq.br/2517412016980433)


Ilana Arêa Leão de Almeida

Possui graduação em Psicologia pela Universidade de Fortaleza (1996) e Especialização em Psicodiagnóstico pela Universidade Federal do Ceará. Mestre em Psicologia Clínica pela Universidade de Fortaleza (2008), e está também inserida no Laboratório de Psico(pato)logia Crítica Cultural na Equipe de Pesquisa em Clínica Fenomenológica Mundana na Universidade de Fortaleza. É professora e supervisora de estágio da Faculdade de Ensino Superior e Tecnologico do Piauí e Faculdade Santo Agostinho. Tem experiência na área de Psicologia, com ênfase em Fatores Humanos no Trabalho, atuando principalmente nos seguintes temas: psicoterapia, psicodiagnóstico, orientação profissional, sexualidade e trabalho.

( http://lattes.cnpq.br/5052897658756612)


Jean Marlos Pinheiro Borba

Possui doutorado em Psicologia Social (UERJ); Mestrado em Administração (Finanças das Empresas- PPGA-UFPB); Especialista em Formação Profissional e Novas Tecnologias em Educação DFE-UFPB/SENAC-PB); Capacitação em Direito Ambiental e Políticas Públicas (UFPA); Graduações em Psicologia (2008) e em Ciências Contábeis (1997) ambos pela Universidade Federal do Maranhão – UFMA. Atualmente é professor do Departamento de Psicologia da UFMA. Tem experiência no magistério superior e no ensino técnico, profissionalizante,médio e fundamental. Líder do Grupo de Estudos e Pesquisa em Fenomenologia e Psicologia Fenomenológica CNPq – DEPSI-UFMA e Editor Chefe da Revista Psicologia & Fenomenologia/UFMA. Membro da Diretoria da Associação Brasileira de Psicologia Fenomenológica ABRAPEF e membro colaborador do Círculo Latino Americano de Fenomenologia CLAFEN. É revisor do periódicos. Mantém seus estudos e interesses sobre Psicologia Fenomenológica (ênfase clínica e social), Psicopatologia Fenomenológica, Intervenções Assistidas por Animais – IAA, vínculo homem-animal, psicologia e culturas de consumo e endividamento, Atua com Psicologia Clínica e sua inseparabilidade entre clínica e mundo da vida.

(http://lattes.cnpq.br/7621368093794333)


Juliana Lima

Psicóloga (UNIFOR), é mestranda em Psicologia (FUNCAP) pela Universidade de Fortaleza, sob orientação da Prof. Dra. Virginia Moreira. Integra o laboratório de pesquisa APHETO (Laboratório de Psicopatologia e Psicoterapia Humanista Fenomenológica Crítica). Concludente do curso de Filosofia pela Universidade Estadual do Ceará (UECE). Tem especialização em Psicopedagogia (Faculdade Christus) e formação em Gestalt-Terapia (IGC). Possui experiência como psicóloga clínica, assim como em orientação profissional e educação inclusiva, tendo trabalhado como psicóloga escolar em grandes escolas de Fortaleza.

(http://lattes.cnpq.br/4227445359967278)


Marcia Alves Tassinari

Completou sua graduação em Psicologia e Licenciatura Plena em Psicologia pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (1975), Mestrado em Psicologia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1999) e Doutorado em Psicologia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2003). Especialista em Psicologia Clínica pelo Conselho Federal de Psicologia (2002). Atua como docente de Terceiro Grau desde 1976, tendo trabalhado na Universidade Gama Filho (1976-1987), Universidade Santa Úrsula (1986-2000) e Instituto Brasileiro de Medicina de Reabilitação (1992-2004). Desde 2003, leciona na Universidade Estácio de Sá (professora e supervisora clínica) e coordena o Serviço de Psicologia Aplicada, dos campi Norte shopping e Ilha do Governador -RJ. Desde 1988 ministra aulas como professora visitante, em cursos de Pós Graduação nas academias e instituições privadas, que oferecem cursos de Especialização, em diversas cidades (São Miguel D´Oeste/SC, Florianópolis/SC, João Pessoa/PB, Belém/PA, Recife/PE, Teresina/PI, São Paulo/SP). Foi sócia-fundadora e diretora do Centro de Psicologia da Pessoa de 1975 a 2010, atuando como psicoterapeuta de adultos, casal e de família, plantonista psicológica, além de pertencer à equipe do Curso de Formação de Psicoterapeutas Centrados na Pessoa, como professora e supervisora clínica. Tem experiência na área de Psicologia, com ênfase em Intervenção Terapêutica, atuando principalmente nos seguintes temas: Abordagem Centrada na Pessoa, Carl Rogers, promoção da saúde, psicologia humanista, psicologia clínica, psicoterapia, dinâmica de grupos, conexão criativa e plantão psicológico (atendimento de emergência). Desde janeiro de 2011, desenvolve as atividades de Psicologia Clínica e cursos de formação básica para psicoterapeutas em consultório particular.

(http://lattes.cnpq.br/7865433389273358)


Mauro Martins Amatuzzi

Psicólogo formado pela PUC-SP em 1974; fez especialização em Aconselhamento Psicológico na USP, em 1976, e em Grupos de Crescimento no GEPSA, em 1976. Doutorado em Filosofia da Educação na UNICAMP, em 1988. Antes disso estudou Filosofia e Teologia com os padres dominicanos. Foi docente em algumas universidades principalmente na USP e na PUC-Campinas, tendo orientado dissertações e teses na área da Psicologia. Está aposentado de Instituições Acadêmicas, mas continua atendendo pessoas e grupos como psicólogo. Publicou muitos artigos em revistas científicas de Psicologia e alguns livros. Dentre eles: “O Resgate da Fala Autêntica”; “Por uma Psicologia Humana”; “Rogers: ética humanista e psicoterapia”. Recentemente, em 2014, publicou também um romance didático: “Um encontro inusitado: aventuras interiores de um psicólogo”.

(http://lattes.cnpq.br/4753420822745799)


Paulo Coelho Castelo Branco

Docente do Curso de Psicologia do Instituto Multidisciplinar em Saúde da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Coordenador do Núcleo de Estudos em Psicologia Humanista (NEPH), com o apoio do CNPq, da FAPESB e da UFBA. Editor da Revista do NUFEN – Phenomenology and Interdisciplinaity. Doutorando do Programa de Pós-graduação em Psicologia da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Mestre em Psicologia pela Universidade Federal do Ceará (UFC). Graduado em Psicologia pela Universidade de Fortaleza (UNIFOR), com formação em Abordagem Centrada na Pessoa. É membro das seguintes organizações acadêmicas: Sociedade Brasileira de História da Psicologia (SBHP); Laboratório de Psicologia e Educação Helena Antipoff (LAPED). Em pesquisa, enfoca estudos sobre os Fundamentos Históricos e Epistemológicos da Psicologia, atuando principalmente nos seguintes temas: Fenomenologia de Edmund Husserl e Edith Stein; Relações entre Tomismo e Fenomenologia; Contribuições de Alfred Schutz para a Psicologia; Fundações, Fundamentações e Aplicações do Método Fenomenológico Empírico; Experiência e Psicologia; Fundações da Psicologia Humanista; Funcionalismo e Pragmatismo; Aconselhamento e Plantão Psicológico; e Carl Rogers.

(http://lattes.cnpq.br/1820406648964972)


Tatiana Slonczewski

Docente em carreira de Extensão na Pontifícia Universidade Católica de Campinas e Coordenadora dos Programas de Residência Multiprofissional da PUC-Campinas e da Comissão de Residência Multiprofissional da PUC-Campinas (COREMU-PUC-Campinas). Graduada em Psicologia pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas (1998), Mestrado em Psicologia Clínica pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas (2002) e doutorado em Psicologia pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas (2006). Atuou como preceptora da Residência em Psicologia Hospitalar no Hospital e Maternidade Celso Pierro – Hospital da PUC-Campinas (2007-2011). Tem experiência na área de Psicologia, com ênfase em Psicologia Hospitalar/Saúde, atuando principalmente nos seguintes temas: prática psicológica clínica em instituição, psicologia e saúde, psicologia da gravidez, parto e puerpério e aspectos psicológicos do aconselhamento genético.

(http://lattes.cnpq.br/3059911543801023)


Virginia Moreira

Psicóloga, Doutora em Psicologia Clínica (PUC São Paulo) com Pós-Doutorado em Antropologia Médica (Universidade Harvard – EUA). É professora titular do Programa de Pós-Graduação em Psicologia da Universidade de Fortaleza (UNIFOR, Brasil), onde coordena o APHETO (Laboratório de Psicopatologia e Psicoterapia Humanista Fenomenológica). Foi professora visitante Fulbright (2003-2004) e Affiliated Faculty (2004-2011) no Departamento de Saúde Global e Medicina Social da Universidade Harvard. Orienta doutorado em cotutela com a professora Mareike Wolff-Fédida (Universidade de Fortaleza / Université Paris-Diderot – Paris VII). É professora bolsista de produtividade em pesquisa do CNPQ (PQ -2) desde 2014. Suas pesquisas em psicoterapia e psicopatologia buscam desenvolver o pensamento de Carl Rogers, utilizando a fenomenologia de Merleau-Ponty como lente para compreender a experiência vivida. Tem formação na Abordagem Centrada da Pessoa por John Keith Wood (La Jolla, USA) e Rachel Rosenberg (USP, São Paulo). Participou de workshops com Maureen O´Hara, Maria Bowen e Carl Rogers durante os anos 80 no Brasil. Trabalha como psicoterapeuta individual, de casais e de grupos, em Fortaleza, desde 1981. Desde 2005 dá formação em Psicoterapia Humanista-Fenomenológica. Pertence à Associação Universitária de Pesquisa em Psicopatologia Fundamental, à World Association of Person Centered and Experiential Psychotherapy e à Fullbright Association. É supervisora clínica em psicoterapia, credenciada pela Sociedad Chilena de Psicologia Clínica. Publicou sete livros e mais de 80 artigos que abordam a Abordagem Centrada na Pessoa, a psicoterapia humanista-fenomenológica e a psicopatologia fenomenológica.

(http://lattes.cnpq.br/5312038855744142)